Irriganor Integra Show Room sobre Uso das Telemetrias

Atualizado: Nov 20

Irriganor Integra Show Room sobre Uso das Telemetrias em Atendimento às Condicionantes em Bacias de Conflitos pelo Uso da Água


O dia 28 de outubro de 2020 pode ser considerado histórico para a região do Entre Ribeiros em Paracatu-MG, pois foi o centro, o palco de um “Show Room” vivenciado em um dia de campo, onde usuários, empresas privadas, empresa de fomento às micro e pequenas empresas, representantes da prefeitura local, dos produtores rurais de todo o Estado e órgão ambiental se reuniram para dialogar e avaliar “in locu”metodologias a serem definidas em forma de experimento voltado para pesquisa sobre o uso e eficiência das telemetrias na gestão das águas, principalmente em áreas declaradas como de conflitos.



O evento contou a presença de produtores rurais e irrigantes representados pela Irriganor localmente na região Noroeste de Minas Gerais e pelo Estado foram representados pela FAEMG ( Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais), ( analistas técnicos do SEBRAE, servidores do IGAM (Instituto Mineiro de Gestão das Águas), representantes da Prefeitura Municipal de Paracatu-MG e empresas privadas especializadas na implantação de estações de telemetrias e de um pesquisador da Embrapa Cerrados para condução da pesquisa.

A discussão sobre a implantação ou não das telemetrias vem ocorrendo há mais de um ano. Os usuários, produtores rurais, pertencentes a bacias declaradas como de conflito pelo uso da água estão recebendo como condicionante em suas outorgas, a obrigatoriedade da instalação de estações de telemetrias. A partir deste ponto alguns questionamentos começaram a surgir como: qual a eficiência dos dados coletados, a necessidade real de instalação de estações telemétricas para todos os usuários, o órgão gestor tem condições reais de receber os dados gerados, como proceder em locais onde há inviabilidade e acesso de internet, satélite ou rádio, além do custo/benefício dos sistemas, qual sistema é o mais indicado e ainda, todos os sistemas estão aptos e serão aprovados pelo IGAM?


O Sebrae, grande parceiro da Irriganor, além de agente promotor da articulação institucional e desenvolvimento dos diversos seguimentos representativos da sociedade, abraçou mais essa causa em prol dos produtores rurais. Com o auxílio de analistas técnicos do Sebrae iniciou-se o diálogo também com representantes do IGAM onde aconteceram várias reuniões que culminou na aceitabilidade e abertura por parte do IGAM em ouvir e pontuar os questionamentos elencados pelos produtores rurais através dos testes que ocorreriam na prática no campo e o local escolhido estrategicamente foi o Entre Ribeiros, por ser a maior área irrigada de conflito pelo uso da água e por oferecer uma gestão digna de admiração.


O Sebrae também disponibilizou e proporcionou a participação do Dr. Lineu Neiva Rodrigues, pesquisador da Embrapa Cerrados, especialista em hidrologia e que estará coordenando e recebendo os dados dos equipamentos instalados por 5 (cinco) empresas privadas participantes neste show room. Segundo o Dr. Lineu, essa pesquisa no Entre Ribeiros poderá trazer ótimos resultados e poderá servir como exemplo para todo o Brasil.

Segundo, João Carlos C. Borges proprietário da NewVision Tecnologia, analista de sistemas e pós-graduado em Gestão Estratégica de Negócios, participante do show room, a telemetria é uma tecnologia que permite a coleta remota de informações podendo ser em tempo real ou por demanda. Através desse sistema de gestão você tem controle maior sobre dados como, a hora que ligou e desligou, tempo ligado, vazão captada, com essas informações é possível acompanhar e traçar estratégias para melhor gerir o negócio e evitar multas por usos indevidos da água.


O prazo para implantação dos equipamentos pelas empresas participantes, coleta de dados e tratamento dos mesmos será de 3 meses. Após esse período, os resultados serão apresentados aos envolvidos nessa trajetória e posteriormente avaliados primordialmente pelo IGAM, mas também será objeto de discussão de todos os envolvidos neste processo.


A Irriganor agradece todos os envolvidos na construção desse diálogo e salienta que o foco principal deste estudo é melhorar ainda mais a gestão das bacias hidrográficas, principalmente nas bacias que já existem conflitos instalados pelo uso dos recursos hídricos, visando assim garantir a sustentabilidade hídrica e acesso à água para todos os usuários.


Texto por: Juliana Gracieli R. de Oliveira

205 visualizações
zapzap-01.png

mensagem direta

R. Afonso Pena, 500, Sala 703
Centro, Unaí - MG, 38610-074

maps-01.png
linkedin-01.png
insta-01.png
face-01.png

©2020 IRRIGANOR

Criado por STUDIO DVÖS