Ferramentas de Geoprocessamento: como elas podem auxiliar o produtor rural?

Atualizado: Fev 5



O Geoprocessamento é um sistema destinado à coleta, processamento e análise de dados

referenciados geograficamente (ou georreferenciados), desde a sua coleta até a geração de

saídas na forma de mapas convencionais, relatórios, arquivos digitais.


Este sistema contribui com o desenvolvimento agrícola auxiliando na escolha de áreas aptas para irrigação por meio de dados de sensoriamento remoto.


Além disso, caracteriza áreas aptas para a implementação da agricultura irrigada através do

reconhecimento da declividade do terreno, informações pluviais, hídricas, altitudes, atributos do

solo entre outros.


Por meio dele, é possível obter vários tipos de dados e o mapa de classes como uso do solo,

mata, culturas, solo exposto, entre outros.



Assim, a aplicação de técnicas de geoprocessamento serve para a identificação e mapeamento das possíveis áreas a serem irrigadas ou otimizadas.


Os estudos têm tornado o Geoprocessamento uma alternativa viável tendo em vista a

apresentação de bons resultados, podendo assegurar que os projetos não sejam desenvolvidos

em áreas sem aptidão para irrigação.


Pelo fortalecimento da agricultura irrigada, estamos juntos com o produtor rural para utilizar esse sistema, com foco na utilização do recurso hídrico de forma inteligente, auxiliando na gestão.


Saiba mais fazendo contato com nossa equipe.

Fontes: Unesp, Furb, INPE Juliana Gracieli Resende de Oliveira - Bióloga e Coordenadora Executiva

Rannery Camargos dos Santos. - Auxiliar Técnico de Meio Ambiente


49 visualizações0 comentário
zapzap-01.png

mensagem direta

R. Afonso Pena, 500, Sala 703
Centro, Unaí - MG, 38610-074

maps-01.png
linkedin-01.png
insta-01.png
face-01.png

©2020 IRRIGANOR

Criado por STUDIO DVÖS