• studiodvos

A telemetria na gestão da captação de água em bacias hidrográficas

A telemetria permite a gestão hídrica de corpos d´ água, superficial ou subterrâneos, através da coleta e transmissão remota de dados. A tecnologia se tornou uma exigência para a concessão de novas outorgas em Minas Gerais, a partir da publicação da Portaria nº 48, do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), em outubro de 2019.

Figura 01: Equipamentos para gestão hídrica. Arquivo do autor.


Desde janeiro de 2021, está em andamento um projeto-piloto na bacia hidrográfica do ribeirão Entre Ribeiros, região Noroeste de Minas Gerais, desenvolvido em conjunto pelo Igam, Sebrae-MG, Associação dos Produtores Rurais e Irrigantes do Noroeste de Minas Gerais (Irriganor) e usuários da Bacia do Entre Ribeiro. O estudo visa a estruturação do primeiro sistema de monitoramento de recursos hídricos por telemetria do Estado. A região abrange uma área produtiva de 21.700 hectares irrigados.


A proposta conta com a participação de parceiros responsáveis pela implantação de metodologias de sistemas de verificação remota do uso da água, dentre elas, a Hidrocontrol, com sede em Viçosa (MG), pioneira no país em transmissão e gestão de dados de captação de água em bacias hidrográficas. As soluções de telemetria da empresa mineira são responsáveis por fornecer subsídios para um projeto de validação da legislação.


O modelo da Hidrocontrol tem mesmo conceito de leitura dos pontos de monitoramento captação (subterrânea e superficial) tradicionais. O diferencial é a implementação de telemetria (Hidrosmart) junto a esses pontos, no qual o equipamento vai extrair dados brutos de registros diários do volume captado, do tempo de trabalho da bomba (horímetro), da vazão média, e transmiti-los por satélite, permitindo que essa tecnologia seja aplicada em locais remotos, onde não dispõem de acesso à internet.


A Hidrocontrol implementou também a captação de dados do fluxo residual (Hidroflow), integrado a uma sonda hidrostática, instalada no leito do ribeirão Entre Ribeiros. A captação desses dados gera relatórios de Fluviometria na plataforma com informações de cotas de trabalho e da vazão instantânea, atualizados a cada 15 minutos. As informações estão sendo transmitidas de uma Estação Solar, em um sistema Off Grid, totalmente autônomo, ou seja, instalado e energizado sem a necessidade de energia elétrica no local.


A plataforma Hidrocontrol consolida todos esses dados coletados pelos equipamentos instalados, disponibilizados em um painel central (Dashboard), em uma visão geral e detalhada de cada ciclo de captação hídrica, realizado por um período de 24 horas, 100% online, de forma monitorar, em tempo real, as captações, os fluxos residuais e o barramento, além de informações das estações ao longo do perímetro e o status do acionamento de cada bomba de captação. Assim, é possível gerenciar a quantidade e disponibilidade do recurso hídrico de acordo com a demanda da Bacia.


A expectativa é que o sistema de telemetria de águas seja reproduzido nas demais bacias hidrográficas do Estado. A tecnologia também promove a gestão em áreas de conflito com a normatização de regras e, principalmente, fomenta o desenvolvimento econômico da região com o investimento em tecnologias voltadas à preservação do meio ambiente, garantindo a conservação e sustentabilidade dos recursos naturais.


Pablo Soares

Diretor executivo Hidrocontrol

Formação Acadêmica: Administrador de Empresas

107 visualizações0 comentário